Tecnologia

Implementação do PSD2, Segunda Diretiva de Serviços de Pagamentos da União Europeia, irá atrasar em um ano e meio

Empresas europeias estão com dificuldades de implementar o modelo de Strong Customer Authentication (SCA), a mais recente diretriz do PSD2 no mercado de pagamentos do continente

PSD2 atrasa implementação de SCA na Europa
Read in english
  • A data limite para implementação da SCA, previamente estabelecida para 14 de setembro, foi adiada em dezoito meses 
  • A fraude em pagamentos tem sido um problema recorrente no mercado europeu, segundo especialistas

SCA, a nova regulamentação para padronizar o nível de proteção dos compradores online na Europa, sofreu mudanças no prazo de implementação. A data limite, que até então tinha sido estipulada pela PSD2 – Segunda Diretiva de Serviços de Pagamentos da União Europeia – para 14 de setembro, foi postergada em mais 18 meses, segundo informações do veículo especializado Mobile Payments Today.

Importante medida para combater a fraude nos pagamentos, que é um dos maiores desafios para e-commerces em todo o mundo, o atraso na implementação da SCA está diretamente ligado à falta de preparo das empresas do setor. Segundo Nick Maynard, analista chefe na consultoria de mercado e business intelligence Juniper Research, se por um lado, companhias do setor de varejo ainda não fizeram as mudanças necessárias em seus sistemas de pagamento e autenticação para se adequar à medida; por outro, os bancos tiveram dificuldades em preparar seus clientes do setor para a implementação.

Problema persistente no mercado europeu, a fraude nos pagamentos já gerou US$ 1,46 bilhão em danos; e um vazamento de dados envolvendo apenas três grandes marcas resultou no roubo de informações de mais de três milhões de cartões, explicou Michael Reitblat, CEO da Forter ao veículo. “Durante esses 18 meses de atraso, criminosos digitais com certeza irão se aproveitar dos pontos fracos das companhias de varejo, e é responsabilidade das empresas reforçar a segurança em todos os estágios da jornada do cliente, não apenas na fase de pagamento.”

Na América Latina, apesar do modelo de Strong Customer Authentication (SCA) não ser mandatório, pelo menos por enquanto, a preocupação com a segurança do usuário e a prevenção de fraude em transações online também é crescente, uma vez que o mercado de e-commerce em alguns países da região vem abrigando números cada vez maiores. 

LEIA TAMBÉM: A visão de especialistas sobre o cenário de fraudes na América Latina