Pagamentos

Presidente do BC promete sistema de pagamentos instantâneos para 2020, antes mesmo dos EUA

A ideia é que a novidade esteja regulamentada e implementada no Brasil até o fim do ano que vem

presidente do BC
Read in english
  • Segundo Campos Neto, o sistema de pagamentos instantâneos funcionará sete dias por semana, 24 horas por dia;
  • Novidade deve ajudar a diminuir a quantidade de transações com dinheiro vivo no país.

Em entrevista ao Estadão, publicada também pela Gazeta do Povo, o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, prometeu um sistema de pagamentos instantâneos para 2020, antes mesmo dos Estados Unidos.

LEIA TAMBÉM: Menos regras para testar novos negócios, produtos e serviços. Vem aí o sandbox brasileiro

“O Fed Federal Reserve acabou de anunciar que terá um sistema de pagamento instantâneo em 2023 ou 2024. Nós teremos em 2020”, disse ele durante audiência pública na Câmara dos Deputados.

Segundo Campos Neto, o sistema de pagamentos instantâneos funcionará sete dias por semana, 24 horas por dia.

Espera-se que a regulamentação e implementação dos pagamentos instantâneos no Brasil, hoje em andamento dentro do BC, reduza as transações com dinheiro vivo e traga ainda mais agilidade e redução de custos para as operações financeiras e comerciais em geral.