Negócios

Rappi abre quatro pit stops em Bogotá

Projeto custou US$ 178 mil e deve ser ampliado para outras três cidades colombianas

Um dos quatro pit stops da Rappi em Bogotá.
Read in english

A Rappi abriu quatro pit stops para seus entregadores – também chamados de “Rappitenderos” – na sua cidade natal, Bogotá, na Colômbia. A ideia é que neles, os parceiros do super app possam descansar, fazer suas refeições e esperar pelos próximos pedidos.

Segundo o site mexicano especializado em startups na América Latina Contxto, a empresa investiu US$ 178 mil no projeto.

LEIA TAMBÉM: Como a startup colombiana Rappi está liderando a nova era tech da América Latina

“Trabalhamos com as autoridades locais para tornar esse projeto realidade. Convidamos todos os Rappitenderos a usar e, acima de tudo, cuidar desses espaços de maneira responsável, para que juntos possamos gerar uma mudança positiva para a cidade “, disse Juan Sebastián Rozo, diretor de assuntos públicos da Rappi para a região andina, ao Contxto.

LEIA TAMBÉM: Lançamento da Rappi oferece cashback em aluguel de imóveis

Esses pit stops abrem das 18h às 22h, com equipe no local para supervisionar as operações. Fora de Bogotá, mas ainda na Colômbia, também haverá paradas em Medellín, Cali e Barranquilla.

Ainda não se sabe quantos pit stops chegarão a outros países da América Latina onde a Rappi opera, como Brasil e Argentina.