Negócios

McDonald's quer que clientes escolham um novo nome para a rede no Brasil

Ação de marketing que mudou o letreiro de duas unidades para "Méqui" é só o começo da campanha

Fachada da unidade do McDonald's da Avenida Paulista em São Paulo
Read in english
  • Os consumidores serão incentivados a contar como chamam a marca. Os nomes mais criativos serão escolhidos pela equipe de marketing do McDonald’s;
  • Mas a mudança de nome é apenas uma campanha temporária.

Após mudar o letreiro da fachada de duas unidades, uma em São Paulo e outra no Rio de Janeiro, para “Méqui”, a rede de fast food McDonald’s disse à revista Exame que esse é só o começo de uma campanha de marketing maior. 

Os consumidores serão incentivados a contar como chamam a marca. Os nomes mais criativos serão escolhidos pela equipe de marketing do McDonald’s, segundo a Exame

A campanha, que se desdobra agora para as redes sociais, é temporária. “Nunca investimos tanto no Brasil e essa é uma forma afetiva de estreitar os laços com o consumidor que tanto nos apoia”, disse o diretor de marketing do McDonald’s Brasil, João Branco, à revista. 

De fato, nem a alta do dólar, nem as incertezas em torno da política e da economia do país mudaram os planos da Arcos Dorados, operadora da rede na América Latina. Em 2017, e empresa anunciou um investimento de R$ 1,25 bilhões na região – 60% desse montante no Brasil. 

No total, o Brasil tem 968 restaurantes da rede, sem contar outros pontos de venda, como quiosques, e que fazem do McDonald’s a terceira maior franquia do país.