Negócios

IPOs de empresas unicórnio batem recorde ao ultrapassar o valor de US$6 bilhões em 2019

Apenas durante o primeiro semestre, 13 unicórnios já listaram suas ações na bolsa

Read in english
  • Os IPOs dos unicórnios atingiram US$ 15 bilhões no primeiro semestre, segundo estimado pelo Valor Econômico
  • Os maiores unicórnios a abrirem capital durante o primeiro semestre foram Uber, Lyft e Pinterest
  • No Brasil, a aposta é que Nubank, Gympass, QuintoAndar e Movile sejam os próximos unicórnios a listar ações na bolsa

Se por um lado a abertura de capital de empresas tradicionais tem desacelerado, por outro, o IPO de startups com valor de mercado de mais de US$ 1 bilhão está chamando a atenção dos investidores e quebrando todos os recordes de ofertas públicas.

Em 2018, 20 unicórnios anunciaram seus IPOs, um aumento de 54% em relação a 2017, atingindo US$ 6 bilhões durante o ano, de acordo com a Intelligize. Essas conquistas já foram surpreendentes, mas esses unicórnios têm o potencial de ir muito além: basta olhar o primeiro semestre do ano, período que já registrou a oferta pública de 13 unicórnios, entre eles, Pinterest, Lyft e Uber, gigante de mobilidade que realizou o que foi considerado o maior IPO do ano. 

Mesmo que o feito não reflita diretamente – e imediatamente –  em resultados positivos, o IPO da Uber por si só foi suficiente para exceder os resultados desse tipo de oferta no ano anterior. Apenas durante o primeiro semestre do ano, o jornal Valor Econômico estima que o montante total atingido foi de US$ 15 bilhões.

“As ofertas de empresas com base em tecnologia devem continuar como tendência, pela necessidade de acessarem capital novo ou dar saída a investidores de rodadas privadas mais antigas”, disse Guilherme Sampaio, líder de IPOs da EY, ao Valor.

Além do Uber, Lyft e Pinterest foram os outros dois grandes unicórnios que lançaram suas ações no mercado norte-americano, e o IPO da startup de coworking WeWork é a abertura de mercado mais recente que vem mantendo investidores atentos. No Brasil, a Stone e a Arco já listaram suas ações na bolsa americana e o mercado está apostando em Nubank, Gympass, QuintoAndar e Movile como os próximos unicórnios a seguirem os mesmos passos rumo à abertura de mercado.