Negócios

Forever 21 vai pedir falência

Varejista de moda pretende fechar 180 lojas nos EUA e sair dos mercados europeu e asiáticos. Operação na América Latina deve ser mantida

Uma das lojas da Forever 21 nos EUA.
Read in english

A varejista norte-americana de moda Forever 21, que tem como foco o público jovem feminino, disse que vai entrar com um pedido de falência. Segundo o Estadão Conteúdo, a empresa pretende fechar 180 das 500 lojas que têm nos Estados Unidos e sair dos mercados europeu e asiático. 

A operação na América Latina, porém, deve ser mantida – a empresa atua no Brasil desde 2014. Fundada em 1984, a Forever 21 tem 815 lojas em 57 países, segundo o The Guardian. Desse total, cerca de 300 lojas estariam fora dos EUA.

LEIA TAMBÉM: A C&A está se preparando para o processo de IPO no Brasil

No Reino Unido, também segundo o The Guardian, são três lojas, que devem ter a operação transferida para um interventor, uma companhia chamada RSM. Para a publicação britânica, a varejista é mais uma vítima da mudança de hábitos de consumo que vêm favorecendo o e-commerce em detrimento das compras físicas.

A empresa não tem capital aberto e não informou números da operação, mas disse que vai buscar maximizar os resultados das lojas remanescentes nos EUA.