Ecommerce

Correios lançam serviço para reduzir pela metade tempo para entregas internacionais

A segunda fase do serviço Correios Packet foi lançada no Latam Cross-Border Summit, evento organizado pelo EBANX

aplicativo dos Correios na tela do celular
Read in english
  • O serviço deve reduzir o tempo de chegada de encomendas da China de 45-60 dias para 18 dias, e dos Estados Unidos, de 25 para 12 dias, em média;
  • Sobre a privatização e a entrada de novos players, representante dos Correios disse que estatal vê cenário com otimismo.

O serviço Correios Packet, projeto piloto da estatal para agilizar as entregas internacionais, teve sua segunda fase lançada oficialmente nesta semana, durante o Latam Cross-Border Summit, evento organizado pelo EBANX, no Rio de Janeiro. O serviço deve reduzir o tempo de chegada de encomendas da China de 45-60 dias para 18 dias, e dos Estados Unidos, de 25 para 12 dias, em média.

Com o novo serviço, a figura do correio estrangeiro, responsável por enviar a mercadoria à estatal brasileira, será substituída por uma ou mais empresas privadas, que assumirão a essa função e serão responsáveis por fazer com que as mercadorias cheguem em solo brasileiro.

As informações são do jornal Gazeta do Povo. Os Correios fazem 95% das entregas de mercadorias internacionais no país, o que corresponde a cerca de 200 a 300 mil pacotes entregues todos os dias.

Durante o Summit, Mário Carneiro, consultor dos Correios para comércio exterior, disse que a estatal vê com bons olhos a entrada de novos players no setor. “Mais competição, mais players entrando no mercado e expandindo suas operações no país, estimula as operações dos Correios, ajudando a criar um ecossistema de melhorias na cadeia logística”, disse ele, a exemplo de empresas como DHL, que acaba de anunciar uma expansão no país.

“Os correios ainda não trabalham considerando um cenário de privatização, haja vista que o modelo ainda está em discussão. Por enquanto, as operações dos correios não foram afetadas pelo anúncio de privatização”, ressaltou Carneiro.